quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Estranhos disparos

Por conta de um repouso forçado, hoje acabei zapeando um pouco pela TV à tarde e me deparei com um seriado nacional chamado "A Lei e o Crime", veiculado pelo canal Universal. O choque veio logo na abertura. Em uma perseguição numa favela, policiais disparam em um criminoso e há um efeito especial que destaca os projéteis disparados. Quer dizer, deveriam ser os projéteis...

Por incrível que pareça, as armas dos policiais disparam cartuchos completos de munição! O efeito especial acaba destacando claramente o estojo e a espoleta, algo absurdo para quem tem um mínimo de conhecimento do assunto. Duvidam? Então vejam:



Pesquisando sobre o seriado, descobri que é uma produção da Record, ou seja, a segunda maior emissora do país. Não é possível admitir que ali não se disponha de um mínimo assessoramento técnico para evitar essa falha.

O erro crasso, em verdade, nos mostra como a abominação às armas de fogo acaba favorecendo a difusão, seja no meio artístico, seja no jornalístico, de equívocos básicos. Pistolas viram revólveres, calibres de armas de porte viram munição de canhão com o acréscimo de "mm" e por aí vai. A maior vítima disso tudo é a credibilidade. Afinal, como acreditar em alguém que não faz a mínima ideia do assunto que está abordando?



# Nota: A Rede Record bloqueou o vídeo original, por isso seguem apenas as imagens e uma versão curta.

* * *

Comente com o Facebook: