domingo, 21 de maio de 2017

Integração com o Facebook

Caros Leitores,

Em razão da necessidade de maior dedicação a novos projetos literários e ao canal de vídeos no Youtube, as atividades do blog tiveram que sofrer significativa redução. Os textos e comentários que aqui eram habitualmente postados seguem de forma condensada no Facebook, na fanpage (incorporada abaixo) e em meu perfil público

Textos técnicos e de opinião continuam sendo publicados no site do CEPEDES e em minha coluna para o F5 Notícias.

Sejam bem-vindos em todos esses espaços!

[FR]´s
 

sábado, 16 de julho de 2016

Projeto de Lei sobre legítima defesa

O deputado Rogério Peninha Mendonça apresentou nessa semana o PL 5822/16, que reformula as disposições do Código Penal sobre a Legítima Defesa, evitando que continuem existindo distorções quanto a este instituto, com o que se tem punido injustamente quem reage tomado por extremo estresse. 

Depois do PL 3722/12, tive agora a satisfação de também participar da elaboração dessa proposta, que considero de enorme importância. Detalhes no vídeo abaixo:


* * *

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Dicas em Vídeo

Com a publicação do livro, passei a receber alguns questionamentos sobre como ter artigos veiculados em grandes canais de mídia.
Embora não me considere sequer minimamente uma autoridade nesse assunto, fiz um registro em vídeo sobre o pouco que já aprendi, esperando possa ajudar aos que pretendem trilhar esse caminho.
Um vídeo bastante "off-topic" em relação aos temas habituais. Como sempre, comentários (inclusive os críticos) são muito bem-vindos.


* * *

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Artigo especial para o UOL

Nessa sexta-feira (17), o UOL promoveu um debate sobre o ataque à boate Pulse, em Orlando, relacionando o evento à posse de armas. Tive a satisfação de escrever o artigo defendendo o direito à legítima defesa e o fim das gun-free zones. Clique na imagem para acessar (é possível comentar e compartilhar diretamente pelo portal):


* * *

terça-feira, 24 de maio de 2016

Fantasia Global

Não é novidade que o jornal O Globo tem postura amplamente desarmamentista, o que há muito vem comprometendo sua isenção ao falar sobre armas, criminalidade e violência. Porém, mesmo para as publicações com postura ideológica definida, há condutas que extrapolam qualquer absurdo, demonstrando um grosseiro e reprovável desapego para com a realidade.

Foi exatamente o que aconteceu com o editorial de opinião veiculado na edição desta terça-feira (24), sob o título "Violência Cresce com Descaso no Controle de Armas". Nele, afirma-se que "no Rio, 86% do armamento em mãos da criminalidade tem origem legal, dado que deve se reproduzir em todo o país". 


Nada, porém, é mais falso. A realidade, flagrantemente deturpada na matéria, é exatamente oposta ao ali registrado. 

O que se apurou na CPI das Armas da ALERJ, em apresentação realizada pela própria Secretaria Estadual de Segurança Pública, comandada pelo também desarmamentista José Mariano Beltrame, foi que 86% das armas apreendidas não tiveram a origem identificada

A farsa global pode ser facilmente constatada ao se assistir ao vídeo da audiência pública da referida CPI, quando houve a apresentação dos dados:


Ter uma linha editorial com viés definido é uma coisa, mentir deslavadamente para seus leitores é outra, completamente diferente. É desonestidade, pura e simples.


* * *